Estudos recentes têm demonstrado que a prevalência do hiperaldosteronismo primário é bem maior do que a que se acreditava anteriormente, atingindo valores entre 12 e 20% na população de hipertensos, em especial entre os portadores de hipertensão arterial resistente.

 

Objetivo: avaliar a prevalência de hiperaldosteronismo primário em uma população de 500 hipertensos resistentes em acompanhamento no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho - UFRJ, no Rio de Janeiro.

 

Período: projeto iniciado em abril/05 e já concluído. Resultados preliminares apresentado no 21st SCIENTIFIC MEETING OF THE INTERNATIONAL SOCIETY OF HYPERTENSION. 5th ASIAN-PACIFIC CONGRESS OF HYPERTENSION.

 

"Prevalence of primary aldosteronism and computerized tomography findings in adrenal glands in patients with resistant hypertension".

Manuscrito original em fase de submissão para publicação.

 

Financiamento: Petrobrás SA / FINEP

UFRJ ProHArt - Programa de Hipertensão Arterial
Desenvolvido por: TIC/UFRJ